publicado por lastrepeat | Sábado, 02 Maio , 2009, 23:16

O automóvel de dois lugares, produzido na aldeia de Pernelhas, no distrito de Leiria, é ideal para deslocações curtas e baixas velocidades, já que não passa dos 80 quilómetros/hora, explicou à TSF o empresário António Febra, que tem como mercados-alvo Portugal e Inglaterra.
Apesar de não apresentar grandes luxos, como vidros eléctricos ou ar condicionado, o Futi é muito económico, consumindo 70 cêntimos por cada cem quilómetros.
O Futi, que custa menos de dez mil euros, funciona com baterias de gel, mas uma versão posterior, que está a ser ultimada em universidades, terá painéis solares.


publicado por lastrepeat | Sábado, 02 Maio , 2009, 07:40

O primeiro coupé desportivo português, chamado Vinci GT, será construído no Centro de Engenharia - CEIIA, a partir dos desenhos que o Auto Museu da Maia desenvolveu, inspirando-se nos pormenores dos mais belos e míticos automóveis desportivos dos anos 60 e 70.

As imagens até agora reveladas mostram um coupé desportivo de generosas dimensões pensado para receber motores de elevada performance. Os responsaveis do projecto avançam para um preço, dependendo da definição do projecto, entre os 300 e 400 mil euros.

Este Concept Car foi desenvolvido a pensar na 2ª fase, que terá a sua produção em número de 10 ou 20 unidades, desde que conseguidas as parcerias estratégicas necessárias, podendo o mesmo ser construído em Portugal através da empresa criada para o desenvolvimento do projecto, e detida pelo Auto Museu da Maia.


publicado por lastrepeat | Sábado, 02 Maio , 2009, 07:40

A produção industrial do primeiro automóvel eléctrico português, o Eco Vinci, deverá arrancar em Janeiro de 2009 na Maia e resultará de um investimento de cerca de 2,5 milhões de euros, adiantou hoje o director-geral da Retroconcept.

Segundo Miguel Rodrigues, ainda é prematuro avançar um preço de venda ao público deste novo automóvel "amigo do ambiente", mas lembrou tratar-se de um veículo utilitário e que terá por isso de ter um preço competitivo. Alimentado por energia eléctrica, o Eco Vinci é um veículo sem emissões de CO2.


publicado por lastrepeat | Sábado, 02 Maio , 2009, 07:39

Como sabemos, alguns poucos países do mundo firmaram acordos com a montadora Renault-Nissan, para efetivarem a criação de uma rede de recarregamento elétrico para automóveis a nível nacional.

 

Entre eles está Portugal, que recentemente firmou um acordo do tipo com o grupo franco-nipônico. Portugal se comprometeu a criar um rede de 1.300 pontos de recarga por todo o país até 2011, sendo que 320 deles já estarão operacionais em 2010.

O governo dará incentivos fiscais aos veículos elétricos e aos fabricantes dos mesmos, contribuindo para a renovação da frota portuguesa já com idade média crescendo a cada ano.

O evento Portugal Tecnológico 2008, irá reunir todos os trabalhos portugueses envolvidos com tecnologia de ponta e a Renault-Nissan estará presente com o projeto da rede elétrica nacional.

Mas o destaque do estande da montadora, será o Nissan Denki Cube, um protótipo elétrico derivado do Nissan Cube. Embora não confirme este ou outros modelos, a marca poderá avaliar a recepção do modelo pelo público, que terá um peso importante na decisão final.


pesquisar neste blog
 
mais sobre mim
Maio 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


subscrever feeds